12.1.09

CALÍGULA
Com bons atores... E Thiago Lacerda.
Eu adoro o SESC. Sempre selecionam bem as atrações, oferecem bons preços (em regra), boa estrutura e todo aquele pacote de serviços que favorecem a ida a um evento cultural. Até evento de graça você pode encontrar.
Infelizmente, paguei vinte Reais para ver Calígula, com bons atores e aquele mocinho da Globo, o Thiago Lacerda. Mas eu não vou acabar com ele. Nem acho que ele seja culpado pela própria atuação.
Quem tem vontade e condição deve fazer o que bem entende. Porém, dependendo do caso, não pode esperar elogios.
O espetáculo é bom? Não. Por quê? (Meu blog é escrito em português arcaico)
O cenário é ininteligível. Embora o conceito seja bom, a execução não favorece a platéia, que depende unicamente das atuações para entrar no texto e na experiência.
O texto é bom, isso sim; infelizmente pára por aí.
Há bons atores no espetáculo. Meus elogios ficam para Pascoal da Conceição, que sempre achei genial. Não excluo do elogio ao restante do elenco, exceto: Magali Biff (errada para o papel), Ando Camargo (cujo nome é verbo e paramos por aí) e Thiago Lacerda (aventureiro).
Vou poupar de críticas o figurino horrível, a maquiagem falsa de doer e o fato de ser um espetáculo comercial, que desrespeita os bons atores que dele fizeram parte e tenta-nos convencer de "qualquer coisa serve". Isso não é verdade. Por esse preço, precisa de chegar ao brilhantismo, à genialidade. Porém, Calígula ficou longe de qualquer brilho.
Duro foi ver tanta gente de pé para aplaudir... Dureza.
Eu levantei para ir embora.

1 Comments:

Blogger k. sérgio gomes said...

eu só tenho de concordar!

11:18 AM  

Postar um comentário

<< Home